Blog

Como melhorar a reputação de seu e-mail

05 de novembro de 2018


Share

A reputação no envio de e-mails é tão importante quanto os materiais que serão enviados aos seus públicos, podendo ser a diferença entre o sucesso ou fracasso de sua estratégia de conteúdo.

Quanto pior seu índice de reputação, menor o volume de e-mails que chegam aos seus clientes. Isso acontece porque é esta relação que determina a forma como o servidor dos seus destinatários vai enxergar seu e-mail marketing e realizar as entregas. Se você passar a ser um remetente suspeito, há grande chance de sua mensagem ser marcada como spam, prejudicando sua taxa de abertura.

Para assegurar uma ótima reputação ao seu domínio de remetente, é recomendável seguir algumas dicas que resultam no aumento da taxa de entrega e maior retorno do investimento:

1. Utilize soluções de validação de e-mail
Implemente soluções de validação de e-mail como o E-mail Validation, da Serasa Experian, que permite identificar, corrigir e remover e-mails inválidos de sua base. Essa solução verifica a sintaxe/formação do e-mail e faz a validação em tempo real para confirmar se o domínio e o usuário continuam ativos. A ferramenta também contribui para reduzir a captura de endereços inválidos.

2. Adote a segmentação de ofertas
Segmente os envios de acordo com a oferta para atingir apenas quem realmente esteja interessado em seu conteúdo. Sua base de contatos pode ser segmentada por região, faixa etária, sexo, histórico de comportamento, hábitos de consumo, frequência de compra ou outras informações que a empresa possa ter coletado sobre seus clientes. Para que esta estratégia seja eficiente, tome dois cuidados básicos:

• Utilize listas opt-in, em que os usuários tenham pedido para receber seus envios. Isso evita que você seja marcado como spam. Para desenvolver esse banco de dados, é preciso convencer o usuário a fornecer informações de maneira voluntária para que você dê acesso, por exemplo, a conteúdos exclusivos ou promoções. É importante disponibilizar formulários de inscrição, tanto no ambiente virtual quanto físico, para que as pessoas possam se registrar para receber sua newsletter sempre que a oportunidade se apresentar.

• Aumente sua lista gradualmente. Um crescimento grande de sua base de uma hora para outra pode indicar compra de lista de contatos, colocando seu endereço como suspeito. Sua curva deve ser gradual, estável e crescente, utilizando formas legais de obtenção de contatos como mecanismos de cadastros no site ou personalização de assinatura de e-mail com um convite para o cadastro em sua newsletter.

3. Invista na qualidade do conteúdo
Melhore a qualidade de seu conteúdo. Busque transmitir informações relevantes para o seu público em um layout que mescle imagens interessantes e texto com título atraente. É a fórmula mais indicada para levar a pessoa a interagir, abrindo seus e-mails, entrando no site e realizando compras a partir das mensagens recebidas.

4. Defina uma boa frequência de envios
Evite lotar a caixa de entrada de seu cliente que pode reagir negativamente a sua campanha. O ideal é avaliar sua audiência e o tipo de relacionamento com seu produto para chegar à frequência ideal, evitando envios em excesso ou muito espaçados.







Anterior