Blog

O sonho importa mais do que a tecnologia

11 de setembro de 2017


Share

Jack Ma é o fundador do Alibaba Group. Segundo a Forbes é, atualmente, o segundo homem mais rico da China, com um patrimônio de mais de US$ 22 bilhões. Mesmo tendo feito sua fortuna com negócios na Internet, disse recentemente: “Não é a tecnologia que muda o mundo, mas os sonhos por trás da tecnologia”.

Ma disse que não teria tido o sucesso caso fosse a tecnologia o fator determinante. “Não sou treinado em tecnologia. Não sei nada sobre os computadores e conheço um pouco sobre a Internet, mas eu tenho um grande sonho de querer ajudar as pequenas empresas. São os sonhos que impulsionam o mundo e não a tecnologia”, disse.

Essa declaração de Ma resume tudo o que vem sendo falado sobre propósito e relevância das marcas. São cinco os pilares que atraem a atenção das pessoas: Informação, Educação, Entretenimento, Utilidade e Inspiração, e todos têm uma coisa em comum: movem as pessoas de maneira muito direta e pessoal naquilo que faz diferença para as suas vidas, seja imediatamente ou no longo prazo.

A toda hora surgem novas ideias e negócios movidos pela tecnologia, mas que se esquecem de fazer a mais básica das perguntas: “Que diferença o serviço/produto/marca, fará na vida de quem se interessaria em comprá-lo?”. Mais incrível ainda é que interlocutores com as mais diversas formações e posições de decisão dentro das organizações, muitas vezes não conseguem responder de forma clara e objetiva.

Atualmente vive-se em um mundo no qual as pessoas têm cada vez mais acesso a conhecimento, produtos e serviços, personalizados e moldados às suas necessidades. Elas podem escolher entre centenas e, às vezes milhares, de opções para qualquer coisa em que estejam interessadas.

Sendo assim, ter um propósito claro e que vá ao encontro das aspirações das pessoas, é fundamental para qualquer negócio e marca que deseje ter sucesso. E por uma simples razão: os consumidores têm muitas outras opções para escolher e muitas formas para fazer essa escolha.

Sua marca só será escolhida se for autêntica e verdadeiramente relevante.
A tecnologia pode – e deve – ser uma grande aliada na sua oferta para os clientes. Mas quando estiver criando sua oferta, produto, campanha ou discurso de vendas, lembre-se de se responder à pergunta básica: “Qual é o sonho que estou ajudando a realizar? ”. Com certeza isso será determinante para ser o parceiro escolhido.







Anterior